GRAVIDEZ E AMAMENTAÇÃO

BRUDYGESTA

Efeito nutricional e fisiológico

BRUDYGESTA foi concebido para complementar as necessidades diárias de ácidos gordos essenciais da família ómega-3 e do grupo incluído de vitaminas e minerais, quer durante o período anterior à gravidez em que se está a tentar a conceção, quer durante a própria gravidez, situações em que as necessidades destes nutrientes são maiores.

Brudy desenvolveu e patenteou uma fonte única e exclusiva de ácido docosa-hexaenóico (DHA): a tridocosa-hexaenoína-AOX®. O DHA é um ácido gordo poli-insaturado ómega 3 que intervém no normal funcionamento cerebral e visual. Este benefício obtém-se com a ingestão de 250 mg por dia de DHA. O ácido eicosapentaenóico (EPA) e o DHA contribuem para o funcionamento normal do coração. Este benefício obtém-se com a ingestão de 250 mg por dia de DHA e EPA. A ingestão materna de DHA contribui para o desenvolvimento normal dos olhos e do cérebro do feto. O efeito benéfico para as mulheres grávidas ou lactantes obtém-se com uma ingestão diária de 200 mg de DHA, além da ingestão diária recomendada de 250 mg de DHA para os adultos.

A vitamina D contribui para a absorção e utilização normal de cálcio e de fósforo, e também contribui para manter níveis normais de cálcio no sangue, para a manutenção normal dos ossos, dos dentes e da função muscular. As vitaminas B6, B9 e B12 contribuem para o metabolismo normal da homocisteína, para a formação normal de glóbulos vermelhos, para a função normal do sistema imunitário e para a redução do cansaço e da fadiga.

A vitamina B9 (ácido fólico) contribui para o crescimento dos tecidos maternos durante a gravidez. A ingestão suplementar de ácido fólico aumenta o estado do folato materno. O baixo nível de folato materno é um fator de risco no desenvolvimento de defeitos do tubo neural do feto. Nas mulheres em idade fértil, o efeito benéfico obtém-se com uma ingestão diária suplementar de 400 μg de ácido fólico durante pelo menos um mês antes da conceção e até três meses depois desta. A possibilidade de defeitos do tubo neural no feto em desenvolvimento tem múltiplos fatores de risco e a alteração de um desses fatores pode ou não ter um efeito benéfico.

A vitamina B12 contribui para o funcionamento normal do sistema nervoso e para uma função psicológica normal e, juntamente com o iodo, contribui para o metabolismo normal que produz energia. O ferro contribui para a formação normal dos glóbulos vermelhos e da hemoglobina, assim como para o transporte normal de oxigénio no corpo. O iodo contribui para a produção normal de hormonas da tiroide e da função normal da tiroide. O zinco contribui para a fertilidade e para a reprodução normal, e, juntamente com as vitaminas B9 e B12, intervém no processo de divisão celular.

Uma vez que existe uma percentagem da população que não pode aproveitar adequadamente as vitaminas do grupo B, por ter uma capacidade de metilação reduzida devido a causa genética, para facilitar a utilização destas vitaminas, incluíram-se as vitaminas B9 (metilfolato) e B12 (metilcobalamina) sob a forma metilada. Para facilitar o aproveitamento máximo da vitamina B6, esta foi incluída sob a forma de piridoxal-5-fosfato.

© 2015-2020 Brudy Lab, S.L.U  |  C/Ulises 108, 2º C - 28043 Madrid (Espanha) - Tel. +34 91 300 10 14  |  info@brudylab.com  |  Aviso LegalCookies  |  Política de qualidade