Os suplementos alimentares constituem um recurso complementar valioso da dieta, somente quando o médico e os profissionais de saúde querem reforçar as contribuições diárias dos nutrientes incorporados e, portanto:

  • Não devem ser usados como tratamento específico para doenças.
  • Devem ser usados de acordó com um estilo de vida saudável e não como substitutos de uma dieta variada e equilibrada.
  • Devem ser aconselhados apenas:
    • em doentes que realizam dietas inadequadas.
    • em doentes com distúrbios da absorção digestiva.
    • em doentes com necesidades tisulares incrementadas.
  • A dose diária recomendada não deve ser excedida
  • Devem ser mantidos fora do alcance das crianças.

Os Alimentos para uso médico especial são produtos sujeitos a receita médica e a supervisão médica, sendo o médico responsável por definir a dose diária.